kkkkkkkkkkkkk: morr@!!!!!

Assista ao vídeo que está no final deste post. Assista mesmo que você já o conheça.Essas coisas não acontecem no Brasil, certo? Aqui, um dirigente político, por pior que seja, nunca seria linchado em praça pública. Ou você consegue imaginar esta cena: na Praça dos Três Poderes, em Brasília, uma turba furiosa faz Dilma em pedaços? Ou Lula, FHC, Itamar, Collor, Sarney, Figueiredo, Geisel, Médici, Costa e Silva, Castello Branco, Jânio, Jango…

Por que será então que, na internet, o Brasil vive hoje o mesmo estágio de barbárie da Líbia daqueles dias?

Confesso que o câncer de Lula me assustou menos que o tsunami de ódio que invadiu a internet. Este me pareceu (e me parece) mais letal que aquele. Vi gente, às gargalhadas, com seus kkkkkkkkkkk e hahahahaha, desejando que Lula não apenas sofra, mas que sofra muito e morra. A reação não foi menos violenta: quem deve sofrer e morrer, diziam, é Reinaldo Azevedo, o símbolo do antilulismo na imprensa. E dá-lhe kkkkkkkkk e hahahahaha…

Por que a internet é assim? Por que as pessoas se dão ao direito de escrever coisas abomináveis, de externar seus pensamentos mais violentos? Por que na internet vigora a lógica do extermínio do outro?

Outro dia, no blog de uma amiga que nada tem a ver com a política, mas sim assuntos frugais, um post que citava an passant a Bossa Nova despertou tanta fúria que foi preciso encerrar a discussão unilateralmente. Um sujeito – letrado! – começou a insultar seus interlocutores com palavrões impublicáveis.

Por que tanto ódio numa discussão sobre Bossa Nova? De onde vem tanto horror?

Por que internet liberta o lado mais covarde do ser humano?

Eu não sei.

Anúncios

13 Comentários

Arquivado em Comportamento

13 Respostas para “kkkkkkkkkkkkk: morr@!!!!!

  1. Anônimo

    iiiiiiiii
    kkkkkkkkkkkkkkkkkk

  2. Respondendo a sua pergunta: ilusão de poder, ilusão de anonimato tudo isso embalado por uma recém adquirida sensação de liberdade (infantil).

    Para um número enorme de pessoas no Brasil a Internet ainda é uma grande novidade e a media que mais e mais delas passam a ser incluídas digitalmente esse fenômeno se alastra. Com o tempo o brasileiro médio se familiarizará com a rede, perceber os excessos cometidos e assumirá uma postura mais digamos, normal.

    Imagine que as chamadas redes sociais, aqui no Brasil, por conta dessa expansão explosiva, hoje funcionam quase sempre como meras extensões de mesas de bar. Portanto não leve tão à sério o que é dito por lá, muito não passa de bravata e opinião sem grandes consequências. O povo está se embriagando na liberdade recém descoberta.

    O importante mesmo é educar as pessoas para que elas entendam que a Internet na verdade é uma extensão das suas vidas em sociedade e que que existem regras de conduta social a serem seguidas.

    Nesse cenário vejo de maneira irresponsável o papel da impressa, muitas vezes mais interessada em tripudiar e polemizar sobre essa realidade do que necessariamente debater o assunto de forma inteligente e por que não, de orientar a população mais sem preparo sobre o tema. Sem oportunismos baratos.

    Com toda certeza a maioria das pessoas que se sente à vontade para xingar outras, ou mesmo xingar figuras públicas, assumiriam um comportamento totalmente diferente estes estivessem frente a frente. É preciso deixar claro para o povo que não existem duas realidades, uma verdadeira e outra na Internet. Estou certo de que isso ainda não ficou assim tão claro para o povo brasileiro.

  3. FIT

    Onde seria a melhor fonte para avaliação humana?
    Na vida social? Pessoas por trás de suas máscaras diárias que quando as deixam cair surpreende os mais “ingênuos et’s” sociais, como se aqui não vivessem.
    Na “matrix” da vida? Pessoas aproveitam o distanciamento e o anonimato para expressar seus sentimentos, nem tão profundos, da forma mais real possível.
    Parece coisa de repórter, e não é direcionado ao proprietário do blog, que faz matérias sobre bandalhas no trânsito, desreipeito aos idosos, violência doméstica e tantas outras coisas mais, com a “maior expressão”(cara) de que tudo é novidade e como se ele mesmo não fosse protagonista de uma coisa ou outra.
    Quanto a este post, “kkkkkkkkkkkkk: morr@!!!!!”, quero lhes apresentar: “O SER HUMANO”.
    Não adianta querer falar “altuísticamente” ou “politicamente correto” pois não passará de demagogia.
    Entre muitas coisas, acredito que a educação poderia mudar esse “ranço” da personalidade nacional. Não digo que essa característica de personalidade não aconteça em outros países mas só posso falar daquilo que vivencio diuturnamente. Educação é coisa para longo prazo e não “querem” investir nisso.

  4. mariana

    Com a Internet, o homem libera seu instinto destruidor e sua vontade de ver sangue. Voltamos aos tempos da arena. Matem ele! Morra!, é o que vemos por aí. Mas acredito que o bem acaba vencendo o mal. O seu blog é um exemplo disso. Parabéns pela sua sensatez, sempre!

  5. Edgar

    Por que internet liberta o lado mais covarde do ser humano?
    —————————————————————————-

    Talvez pelo simples fato da internet ser um fácil [e sem fiscalização nenhuma] instrumento de comunicação.

    Expressar o que se pensa sem se preocupar nenhum pouco com as palavras,sentado,escondido em frente a um monitor é bem simples!

  6. Marcelo

    O que mais me impressiona é que trata-se de uma ínfima minoria, mas extremamente barulhenta. A representatividade desse segmento é irrisória no contexto nacional — ainda assim, vivem plantados nas redes sociais, chegando a fazer parecer que são maioria.

    Sobre a pergunta final, sim. Escrever é bem diferente de falar. Nerds lacônicos tornam-se escritores eloquentes em questão de segundos.

  7. Pedro Silva

    Prezado Lucas,

    Embora não tenha expressado tamanho rancor, compartilhei a ideia de o ex-presidente da República fazer seu tratamento pelo SUS. Eis os motivos: a) Qualidadade: Ao menos na Oncologia, o SUS dispõe de ótimos hospitais (Hosp. do Câncer de Barretos e Hosp. Amaral Carvalho de Jaú-SP) e profissionais, que suprem todas as necessidades de um paciente de câncer; o problema, no caso, são as filas de espera; b) Coerência: por diversas vezes, Lula, estando ou não em campanha, bradou pelos quatro cantos ao estado de “quase perfeição” de nosso SUS; a propósito, em razão de sua suposta qualidade, sugeriu-o ao presidente norte-americano. Desta forma, se tudo isto não foi apenas mais um de seus arroubos populistas, penso que deveria confirmar o que disse, tratando-se em uma instituição pública; c) Desigualdade: Sem dúvida, uma das razões para o atual estado deficitário do SUS é que ele é usado somente pobres; como bem sabe, infelizmente, o SUS materializa uma expressa: “política pobre para pobres”. Se os ricos passarem a utilizá-lo, logo veremos uma melhora substancial. Lula poderia dar o exemplo, dando o pontapé inicial nesta virada; d) Memória: Recordo-me quando Florestan Fernandes, excelso sociólogo, professor da Usp e deputado constituinte, quando diagnosticado por uma grave moléstia, valeu-se da máxima coerência: por defender o sistema público durante toda a sua vida, foi se tratar em um hospital público. Naturalmente, Lula não é digno de manter sua posição tal qual o querido professor Florestan.

  8. Regina

    Lucas, confesso que estou surpresa e indignada com o que estão fazendo, justamente com o Lula. Sei que é uma minoria, mas sem dúvida causa um impacto muito grande.
    Abraço

  9. Ana Olga Drumond

    Sempre q entro no seu blog me surpreendo com a tua sabedoria e facilidade de mexer com as palavras, parabéns Lucas!!!Bjs

  10. Dê poder a uma pessoa, e você saberá quem ela realmente é. Dê liberdade para dizer o que quiser, e você terá exatamente isso, um retrato fiel do que realmente é a nossa sociedade…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s