Lupi, mais um ministro na mira de “Dilma Kill Bill”

Uma mulher enfurecida, uma espada samurai, um ministério cheio de vilões...

Dois meses atrás, no auge da “faxina” da presidenta no PR, conversei com um antigo colaborador da então ministra de Minas e Energia do governo Lula. Misto de político e técnico, minha fonte foi um dos muitos que trombou de frente com Dilma (atropelado seria o termo correto). Com base na sua experiência, ele vaticinou:

– Dilma tem verdadeira obsessão por devorar seus subordinados. Ela é uma predadora.

Para a minha fonte, Dilma estaria aproveitando as denúncias na imprensa para praticar seu esporte preferido: decepar cabeças. Ele desconfiava até que algumas denúncias haviam sido plantadas nos jornalões e revistonas por ordem da presidente (na época, cheguei a fazer um post sobre o tema: Dilma e as táticas guerrilheiras).

Depois de traçar um perfil que poderíamos chamar de Dilma Kill Bill, minha fonte predisse:

– Anote e depois cobre de mim: Dilma não vai parar com as demissões. Os próximos da lista serão o Negromonte e o Lupi.

Ele se referia aos ministros Mário Negromonte (Cidades) e Carlos Lupi (Trabalho), respectivamente do PP e do PDT.

Pois bem, de lá para cá Negromonte entrou em inferno astral. Chovem denúncias contra ele na imprensa, e parte da cúpula de seu partido o quer sete palmos abaixo da terra.

Quando a Lupi, a coisa também esquenta. Hoje, a Coluna do Cláudio Humberto dá o ministro como praticamente fora do governo. Exageros a parte, Lupi começa a seguir o mesmo roteiro de outros ministros sem cabeça: denúncias de irregularidades na pasta comandada por ele, perda de apoio no seu partido e…. perda de prestígio no Palácio do Planalto.

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Política

2 Respostas para “Lupi, mais um ministro na mira de “Dilma Kill Bill”

  1. Mesmo que as demissões sejam necessárias, e são mesmo, fica no ar a chance para a oposição dizer “ó, viu como o governo dela não presta? toda sua base é corrupta” e falam de uma forma como se fosse a primeira vez que houvesse corrupção na história da política brasileira.

    Nem por prazer, qualquer presidente brincaria com demissões. Duvido muito e muito dessa história dela plantar notícias e estar adorando este período de denúncias/demissões.

    Estranha essa conversa de sua fonte.

  2. Mariana

    Ultimamente ser “Kill Bill” está melhor que ser “Paz e Amor”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s