1º FIB (Festival Internacional de Biografias) reúne em Fortaleza os maiores biógrafos do país

Fotor01029160630A polêmica sobre a publicação de biografias não autorizadas no Brasil será o ponto central do 1º FIB (Festival Internacional de Biografias), que acontece de 14 a 17 de novembro em Fortaleza.

Na programação, debates entre os mais importantes biógrafos brasileiros da atualidade, exibição de filmes, exposição, oficinas, shows musicais e feira do livro.

A lista dos biógrafos inclui Fernando Morais (Olga; Chatô: o Rei do Brasil; O Mago); Guilherme Fiuza (Meu nome não é Johnny; Bussunda; Giane); Humberto Werneck (Chico Buarque: tantas palavras; O santo sujo: a vida de Jayme Ovalle); João Máximo (Gigantes do futebol brasileiro; Noel Rosa: uma biografia; João Saldanha: sobre nuvens de fantasia); Josélia Aguiar (Jorge Amado: uma biografia, a sair pela Editora Três Estrelas); Lira Neto (Castello: a marcha para a ditadura; Maysa: só numa multidão de amores; Padre Cícero: poder, fé e guerra no sertão; Getúlio, tomos I e II); Lucas Figueiredo (biografia de Tiradentes, a sair pela Companhia das Letras; Morcegos negros: PC Farias, Collor, máfias e a história que o Brasil não conheceu; O operador: como e a mando de quem Marcos Valério irrigou os cofres do PSDB e do PT); Luiz Fernando Vianna (Zeca Pagodinho; Aldir Blanc: resposta ao tempo; João Nogueira: Discobiografia); Paulo Cesar de Araújo (Roberto Carlos em detalhes); Regina Zappa (Hugo Carvana; Cancioneiro Chico Buarque, vols. 1, 2 e 3; Para seguir minha jornada: Chico Buarque; Gilberto bem perto); e Ruy Castro (O Anjo Pornográfico: a vida de Nelson Rodrigues; Estrela solitária: um brasileiro chamado Garrincha; Ela é carioca: uma enciclopédia de Ipanema; Carmem: uma biografia).

“Idealizei uma programação com que eu, devorador de biografias, sempre sonhei: os grandes autores conversando sobre seu ofício. Embora a discussão sobre o marco legal da produção biográfica vá ter óbvia relevância, a reflexão sobre ‘como se faz’ e ‘por que se faz’ não se diluirá”, afirma o curador programação literária, o jornalista Mário Magalhães, ganhador do Prêmio Jabuti 2014 de Melhor Biografia do ano, com o livro Marighella.

Na mostra de cinema, serão exibidos documentários sobre Guimarães Rosa, Jards Macalé, Jorge Mautner e Sílvio Tendler

A exposição “Por entre Biografias” apresentará uma perspectiva de exercício do olhar do outro sobre o artista,

As oficinas versarão sobre a arte biográfica.

Maiores informações  no telefone  (85) 3235-4063 e e-mail contato@festivaldebiografias.com.br.

1 comentário

Arquivado em Liberdade de expressão, Livro-reportagem

Uma resposta para “1º FIB (Festival Internacional de Biografias) reúne em Fortaleza os maiores biógrafos do país

  1. Lucas, você é a maior inspiração pro meu namorado! Hoje fomos pro debate com o Ruy Castro e estamos esperando ansiosamente pro debate de amanhã com a sua mediação🙂

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s