Por que dar vida mole aos “jovens” de 29 anos?

Há muito tempo não via uma estrovenga tão grande quanto o direito à meia entrada em eventos culturais para “jovens” até 29 anos, aprovado na Câmara dos Deputados. Como não existe almoço grátis, é obvio que os “não jovens” irão pagar pelo benefício.

No Brasil, tem dias que parecem noite.

 

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Política

Uma resposta para “Por que dar vida mole aos “jovens” de 29 anos?

  1. Marcelo

    Lucas, eu vejo nisso um conceito interessante, que é retirar o foco do “estudante” para o “jovem”.

    Explico: em vez de dar desconto para estudantes, dar desconto para os mais jovens. Na Alemanha, por exemplo (ao menos na Bavária), é assim — vc tem descontos até os 25 anos, sendo estudante ou não.

    No Brasil, como tornou-se comum a distribuição de carteiras de estudantes para não estudantes e o consequente desconto para quase todos (as inteiras têm valores duplicados, basta ver que um ingresso de cinema no Brasil é mais caro que nos EUA em valores reais), essa mudança de enfoque pode trazer efeitos positivos: uma coisa é o sujeito falsificar carteirinha de estudante, outra é falsificar carteira de identidade. Pelo menos eu, ingenuamente, acredito nisso…

    E, claro, é necessário reduzir essa idade do “jovem” para a faixa dos 22-25 anos.

    Outro ponto: a turma que hoje tem renda oriunda da emissão desenfreada de carteiras de estudantes tb não deve estar feliz com isso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s