Histórias de repórter: o dia que Ricardo Teixeira tentou me me calar

Ricardo Teixeira costuma fazer uma grande pressão para que os jornalistas o retratem como santo. Nem sempre dá certo

As recentes denúncias feitas fora e dentro do Brasil contra Ricardo Teixeira, presidente da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), tem para mim um significado especial. O esquema que agora se descortina foi arranhado por mim – e a um custo alto – três anos atrás numa reportagem publicada nos jornais Correio Braziliense e Estado de Minas.

Em 20 anos de profissão, já havia sofrido muita pressão para engavetar uma apuração, mas poucas vezes elas foram tão intensas e ardilosas como no caso da pauta que envolveu Ricardo Teixeira.

Como diria Odorico Paraguaçu, é com a alma lavada e enxaguada que apresento a reportagem.

xxx

O elo perdido da corrupção mundial

Correio Braziliense e Estado de Minas, 13 de abril de 2008

Por Lucas Figueiredo

Suíça e Liechtenstein – O que alguns dos piores ditadores, mais temidos traficantes internacionais de drogas e maiores corruptos de todos os tempos têm em comum com o deputado Paulo Maluf (PP-SP) e com o presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ricardo Teixeira? Resposta: em algum momento da vida, todos eles fizeram suspeitas transações financeiras com um dos maiores lavadores de dinheiro do planeta. Seu nome: Herbert Batliner, advogado de Liechtenstein, paraíso fiscal da Europa.

A especialidade de Batliner é ajudar seus clientes a movimentar dinheiro pelo mundo sem deixar rastros. Ele já foi acusado de prestar serviços para gente do calibre de:

1) Pablo Escobar, o megatraficante colombiano, morto em 1993, que faturava anualmente US$ 30 bilhões com a venda de cocaína;

2) Mobuto Sese Seko, que por três décadas foi ditador do antigo Zaire (atual República Democrática do Congo), período no qual acumulou uma fortuna de US$ 5 bilhões;

3) Ferdinando Marcos, ex-presidente das Filipinas, um dos homens mais corruptos do mundo;

4) Jorge Hugo Reyes-Torres, o maior traficante de drogas do Equador, que antes de ser preso enviava mensalmente 500 quilos de cocaína para a Espanha;

5) Família Real Saudita, que controla com mão de ferro o país que detém a maior produção mundial de petróleo.

O que liga Paulo Maluf a Batliner é um endereço. Já com Ricardo Teixeira, a conexão se dá por intermédio de uma pessoa.

Paulo Maluf

Muita coisa já se falou das famosas contas bancárias de Paulo Maluf no exterior. Sabe-se que, na década de 1990, Maluf utilizou laranjas para movimentar pelo menos US$ 350 milhões em bancos europeus – principalmente na Suíça, na França e na Ilha de Jersey (Canal da Mancha). Sabe-se também que, por decisão da Justiça desses países, cerca de US$ 250 milhões estão congelados. O que não se sabia é que o ex-governador e ex-prefeito de São Paulo utilizou os serviços de Herbert Batliner para movimentar boa parte dessa fortuna.

Uma das contas de Maluf na Suíça, de onde partiram remessas milionárias para Jersey, tinha como titular a Fundação White Gold (ouro branco). Conforme documentos em poder do Ministério Público, a fundação foi constituída por Maluf na cidade de Vaduz (capital do minúsculo principado de Liechtenstein), na Rua Aeulestrasse, número 74, caixa postal 86. Como constatou o Estado de Minas, no entanto, nesse endereço não funciona nenhuma Fundação White Gold, mas sim a First Advisory Group, empresa que tem como sócio Herbert Batliner.

A First Advisory Group serve como uma espécie de biombo para empresas fantasmas. Calcula-se que pelo menos 10 mil empresas de fachada usam o endereço comercial de Batliner. A Fundação White Gold é uma delas. Há outras, como a Fundação Pérolas Negras, controlada por Flávio Maluf, filho do deputado.

Batliner não opera apenas com a First Advisory Group. Na mesma Rua Aeulestrasse, no número 38, funciona a Prokurations-Anstalt, outra incubadora de empresas fantasmas pertencente a Batliner. No mesmo endereço da Prokurations-Anstalt estão registradas, por exemplo, as fundações Alyka e Abutera, que têm como beneficiária Lígia Maluf, filha do deputado Paulo Maluf.

Especialista em crime organizado, o ex-comissário de polícia da Suíça Fausto Cattaneo analisou a coincidência de endereços das empresas de Batliner e das fundações abertas pela família Maluf. Com os resultados da pesquisa, Cattaneo afirmou ao EM que não há dúvidas de que existe uma conexão suspeita entre o advogado de Liechtenstein e o deputado brasileiro.

Ouvido pela reportagem, o procurador-geral de Genebra, Daniel Zappelli, confirmou que, por ordem judicial, há dinheiro de Maluf congelado em bancos da Suíça. “Fizemos tudo o que pudemos no caso Maluf.” Segundo ele, é possível que os recursos sejam devolvidos aos cofres públicos brasileiros. “Mas primeiro o Brasil tem de provar que o dinheiro congelado na Suíça é produto de corrupção”, afirmou Zappelli.

O Estado de Minas perguntou à assessoria de Maluf se o deputado e seus familiares confirmavam serem responsáveis pela abertura de fundações em Liechtenstein e se foram beneficiados com suas movimentações financeiras. O EM perguntou também se o deputado tinha conhecimento das conexões de Batliner com traficantes, ditadores e corruptos. A assessoria se limitou a responder que Maluf nunca teve contas bancárias no exterior.

Ricardo Teixeira

As ligações perigosas de Herbert Batliner no Brasil também se estendem a Ricardo Teixeira, presidente da CBF e principal articulador da escolha do Brasil como país-sede da Copa do Mundo de 2014.

Como ficou comprovado em 2001 na CPI da CBF/Nike, uma das empresas de Teixeira, a R.L.J. Participações, tomou de empréstimo de uma firma de Liechtenstein, a Sanud Etablissement, uma quantia equivalente à época a R$ 2,9 milhões. Antes que o empréstimo fosse pago, porém, a Sanud Etablissement foi fechada. Integrantes da CPI chegaram a classificar a transação como lavagem de dinheiro, mas nada foi comprovado.

Porém, um dado suspeito passou ao largo da CPI: a Sanud Etablissement era uma costela de Herbert Batliner. Dois dos representantes da Sanud Etablissement – Alex Wiederkehr e Hans Gassner – eram sócios de Batliner na empresa Prokurations Anstalt.

Hans Gassner tem um passado complicado. No final dos anos 1990, ele se envolveu no escândalo do banco espanhol Banesto, no qual dirigentes da instituição desviaram de seus cofres cerca de 10 milhões de euros (o equivalente a R$ 27 milhões). A função de Gassner era movimentar o dinheiro e apagar sua origem.

Após analisar informações referentes a transações financeiras da empresa do presidente da CBF e da Sanud Etablissement, o ex-comissário suíço Fausto Cattaneo afirmou que, “assim como Paulo Maluf, Ricardo Teixeira tem conexões com Herbert Batliner”.

A assessoria de imprensa da CBF afirmou que Ricardo Teixeira não iria comentar o caso.

Fortunas

Com apenas 32 mil habitantes (número suficiente para encher apenas metade do Mineirão), o minúsculo principado de Liechtenstein – paraíso fiscal encravado entre a Suíça, a Alemanha e a Áustria – é um dos países mais ricos. O produto de exportação de Liechtenstein são as empresas fantasmas (há duas para cada habitante) e as instituições financeiras.

Nessa verdadeira lavanderia vip, destaca-se o nome de Herbert Batliner. Um gesto de generosidade de Batliner dá a dimensão de sua riqueza. Em 2006, ele e sua mulher, Rita Batliner, doaram ao Museu Albertina de Viena (Áustria) uma coleção de 500 quadros, avaliada em 400 milhões de euros (R$ 1 bilhão). Entre as obras, há preciosidades de Picasso, Monet, Renoir, Francis Bacon, Matisse, Cézanne, Modigliani e Miró.

Instalada na sede dos correios de Vaduz (capital de Liechtenstein), a caixa postal número 86 pertence à empresa First Advisory Group, do advogado Herbert Batliner. Batliner “aluga” a caixa postal, possibilitando a seus clientes que registrem com este endereço suas empresas de fachada. Paulo Maluf, por exemplo, abriu em Vaduz a Fundação White Gold, que tem como endereço formal: Rua Aeulestrasse, número 74 (mesmo endereço da First Advisory Group), caixa postal 86.

Anúncios

85 Comentários

Arquivado em Colarinho branco, Escritos de Lucas na imprensa, Histórias de repórter, Jornalismo

85 Respostas para “Histórias de repórter: o dia que Ricardo Teixeira tentou me me calar

  1. Pingback: De braço dado com Ricardo Teixeira, Aécio se diz preocupado com corrupção nas obras da Copa « Dilma Presidente – @Porra_Serra_

  2. Pingback: De braço dado com Ricardo Teixeira, Aécio se diz preocupado com corrupção nas obras da Copa | Blog do Lucas Figueiredo

  3. Pingback: A guerrilha pró Aécio no Twitter | Blog do Lucas Figueiredo

  4. Anônimo

    eu acho que de quebrar osigilio telefonico ricardo teixeira.

  5. Anônimo

    Gostaria q o governo tomasse atitude e pedisse que abrissem uma investigação sobre essa vergonha q alastra pelo mundo e q nos faz conhecer por um país de corruptos. Cadê a presidente Dilma?

  6. Bela reportagem. De parabéns.
    Mas que vacilo do J Kfuri de te dar destaque… ele é serrista/PSDBista de carteirinha e não deve ter atentado ao fato de que seu blog é democratico no momento das críticas.
    De qualquer modo, sorte no trabalho honesto.
    Abs

  7. Pingback: Ligações perigosas «

  8. Pingback: A explosiva proximidade de Aécio com Ricardo Teixeira | Blog do Lucas Figueiredo

  9. Jucken

    Obrigado pela grande matéria, Lucas! Já passou da hora de desmascarar a máfia que se passa no futebol brasileiro.

    Só a título de informação, a forma em português do nome desse principado usada na UE é Listenstaine.

  10. Show de Bola Lucas. Muito elucidativo

  11. Edson Patrocínio

    Lucas…Show…Grande materia, digna de uma profunda investigação…
    Mas infelizmente, Nos homens de bem nesse Brasil somos poucos…
    Abraços, meu caro…A partir de hoje serei ferrenho leitor do seu blog!!!

  12. Lucas, parabéns pela coragem e pela excelente apuração. Peço permissão para reproduzir em meu site – RondoniaDigital.com – email rondodigital@gmail.com.br
    Continua esse importante trabalho!

  13. Sílvio Di Nardo

    lendo o blog do juca,tive o privilégio de curtir sua matéria. Como jornalista, dou os parabéns. Como brasileiro, muito obrigado..

  14. Paulo Barão

    Caro Jornalista.
    Com a aposentadoria “forçada” do grande mestre Helio Fernandes,procurava um
    reporter com posiçoes parecidas.Achei! A partir de hoje,sua coluna estará na minha
    leitura diária.
    Parabéns pela coragem,pelo texto e pela imparcialidade.
    Abrs.Paulo Barão

  15. Marcos

    Parabéns!
    Fico feliz quando vejo alguém indo atrás da informação com tenacidade e tendo coragem de divulga-la!
    Parabéns mesmo!

  16. LM_RJ

    Este blog PRECISA!!! informar aos seus leitores que existe inquérito do MPF/RJ sobre irregularidades (suposto superfaturamento) na licitação da obra de reforma do Maracanã, informando ainda que um inquerito desta natureza pode gerar ações de ressarcimento ao erário e/ou de improbidade administrativa

    E mais:
    Como brasileiro gostaria muito de saber o andamento do referido inquerito no MPF/RJ;

  17. Nauricio/SP

    A Globo é sócia da CBF e consequentemente conivente com essa situacao ?
    A Record foi preterida pelos clubes na venda do Brasileirao e agora quer dar o troco investigando a vida do JH e RT

    Parabéns pela reportagem.

  18. evandro

    LUCAS, SÓ HOJE CONHECI SEU ESPAÇO E PEÇO ENCARECIDAMENTE, QUE JAMAIS, EM HIPÓTESE ALGUMA DEIXE DE SE MANIFESTAR, POIS NOSSO LIXO PSICOLÓGICO, NOSSA DEGRADAÇÃO MENTAL E ÉTICA, NOSSA FALTA ABSOLUTA DE EDUCAÇÃO. ISSO TRAZ FÔLEGO PARA COLOCARMOS A CABEÇA ACIMA DO LODO QUE PREENCHE NOSSOS ESPAÇOS, ENGRENAGENS, NOSSO DIA A DIA.
    PARABÉNS COM PROFUNDO RESPEITO

  19. Caro Lucas, aproveito para te parabenizar pela matéria e acrescentar um texto escrito por mim que até este momento estava apenas na memória do meu computador.

    Até quando o país vai continuar sendo vítima dos próprios brasileiros. Vendo o lado dos esportes, como o Futebol, esporte cujo a preferencia do povo é cega, onde se tem tantos times falidos, histórias mal explicadas, calotes governamentais, leis de incentivo ridículas, e pessoas tão despreparadas (ou seriam muito preparadas?). O conglomerado futebolístico brasileiro nada mais é do que uma massa falida rebocada paralelamente a interesses “sombrios”. Fica a pergunta, num país onde se há apenas um esporte nacionalmente difundido: “Como esse esporte pode não ser lucrativo? Sendo que ele mexe com o sentimentalismo, o ego, e até (porque não) a honra de cada corintiano, flamenguista, sãopaulino, etc. Como alguma coisa dessa dimensão pode não ser sucesso de público, bater recordes mundiais de arrecadação com direitos de transmissão? Enfim, a cada resposta que é dada sempre surge outras muitas perguntas.
    Trago apenas uma comparação. Por qual motivo os EUA, onde se há no mínimo 5 esportes nacionalmente difundidos (hóquei, beisebol, futebol americano, basquete e ultimamente o próprio futebol), conseguem organizar tão bem os campeonatos e a administração dos times, e olha que por lá as paixões são ramificadas entre todos os esportes. No Brasil, se tem algum outro esporte que desponte como de largo “interesse nacional” é o Vôlei (graças a essa geração Multicampeã), mais mesmo assim, apesar de ter uma liga até que bem organizada, os times tem que venderem até seus nomes para os patrocinados para conseguir manter-se.
    Finalmente, arrisco-me a dizer que onde há brasileiros, há uma interrogação, e nós mesmo já percebemos isso quando supervalorizamos costumes externos como sendo infinitamente superiores aos daqui. E a vida continua no Brasil, intercalando-se escândalos.

    DANILO
    twitter: @daniloslp

  20. Pingback: Ricardo Teixeira pressiona jornalistas para se calarem | Blog do Tony Ramos

  21. Marcus Vinicius

    Lucas, em princípio, parabéns pelo árduo trabalho em conseguir publicar uma matéria deste porte. Confesso a você, é muito difícil para um (bom) jornalista, que preza pela imparcialidade, a credibilidade, respeito com o público-alvo, além, é claro, da verdade, trabalhar em emissoras renomadas, como a Globo ou a Record, sendo desse jeito.

    Parabéns pelo conteúdo, muito bem trabalhado, apurado e comprovado, destes dois cânceres de nossa história brasileira. É muito difícil ver bons profissionais na mídia nos dias de hoje. O poder que estes imperadores têm sobre os diretores é grande, mas, algum dia, a verdade vem à tona.

    Mas vamos aos fatos. A assessoria do Maluf tinha duas opções: negar todas as acusações, apesar de serem irrefutáveis, ou não se pronunciar, como fez a de Ricardo Teixeira. Ou seja, piorou ainda mais a situação. Em assuntos como este, em que não há muitos argumentos, o melhor é o silêncio, ou esses “jornalistas” acharam que vc, ou qualquer outro jornalista, é inocente. É um cúmulo da cara de pau.

    Em relação à Globo e à Record, tenho um ponto de vista: A emissora carioca prefere a exclusividade e transmissão dos jogos da seleção brasileira, além dos direitos do Brasileirão, do que a verdade, a imparcialidade o compromisso com o seu público-alvo. Deixam de noticiar a verdade e aliena os que não tem acesso à informação, como os que residem nas regiões Norte e Nordeste. Atitude, ao meu ver, lamentável e corporativista.

    Já a Record, por sua vez, está com essa mania de vasculhar a vida destes “cidadãos”, mas por que só agora? Por represália aos dirigentes que a apunhalaram pelas costas, ao assinarem com a Globo? Pra mim, é o mais plausível. Eu penso que, em situações como esta, a emissora tenta manipular a opinião pública. É fato que divulgar reportagens especiais sobre essa gente, que tanto infelicita o esporte e envergonha o país, é boa, mas não deveria vir em oportunidades como esta, pelo contrário. A verdade deve vir à tona sempre, independente da pressão dos envolvidos.

    Mas, por outro lado, reportagens como esta podem fazer com que os envolvidos se tornem submissos à emissora, não acha?

    Bom, acho que é isso.

    Parabéns a você, ao Juca, que o divulgou, e pelo responsabilidade com a informação.

    Já tenho vc e o Jamil Chade, além de tantos outros, como exemplos (positivos, é claro) da profissão. Vcs sim sabem o que representa o ofício de jornalista.

    abraços!

  22. Ben Bergamo

    Lucas, muito legal a reportagem. Sou de Asuncion Paraguay, seria interessante investigar ligacoes de Nicolas Leoz, Teixeira e Gondrona. Esse trio aí dá o que falar. Saludos. Parabens!

  23. rogeriotaira@gmail.com

    Parabéns pela matéria, bastante esclarecedora principalmente para que não está a par da situação. É uma pena que este tipo de iniciativa fica cada vez mais restrita a profissionais da mídia que não possuem “rabo preso”, e que a grande massa não tem acesso a esse tipo de informação.

    Infelizmente nosso país é um verdadeiro paraíso para esse tipo de gente, independente do segmento, não exclusivamente ao meio esportivo…

  24. Fernando

    O que eu acho mais engraçado é essa vista grossa que os europeus fazem pra essas coisas. A ilha de Jersey é colada na Grã Bretanha, praticamente uma Ilhabela e os ingleses, tão sérios e corretos dão aquela viradinha de ombro e fazem de conta que nada acontece. com Liechtenstein é a mesma coisa. Esse é até glamuroso com nome de principado. Esses mesmos europeus que são os primeiros a apontar os dedos pras mazelas de nós pobres terceiros mundista. Esses mesmos europeus da FIFA que nos fazem exigencias absurdas pra satisfazer seus esquemas corruptos e dar chance pra abutres asquerosos com Dom Ricardo enriquecer e nos envengonhar dessa maneira

  25. Joel

    Parabéns pela reportagem, mas você mexeu com mafiósos cuidado meu amigo. Que DEUS te proteja e continue a nos informar!!!!!!!!.

  26. Tarcisio

    Lucas, boa tarde

    A minha pergunta também está hoje numa enquete do site do Paulo Henrique Amorim. Por que o ricardo teixeira não cai?

    Precisa a globo fazer a reportagem, acabando com o rabo preso, e assim quem precisa atuar vai fazer o que precisa pra investigar e chegar na conclusão final?

    Até quando isso vai ficar desse jeito? Mas acredito que a boa imprensa está finalmente tendo mais força.

  27. Neil Azevedo

    Lucas… show de bola… precisamos de profissionais com este espírito…

    Parabéns Juca por expor pessoas com o mesmo caratér que vc.

  28. Joao CWB

    Muito legal sua reportagem, e pensar que em 2008 já se sabia muita coisa e nada foi feito. Será que dessa vez com a imagem de RT, CBF e FIFA ainda mais enfraquecidos teremos algum tipo de punição?

    Não conhecia seu blog. Através do Juca Kfouri que estou tomando conhecimento, parabéns.

  29. Sérgio

    Trabalho no Estado de MInas, você deve ter tido muito pedido para engavetar reportagens, ainda mais vindas do Governo Aécio.

  30. Elias

    Ótimo artigo. O blog já vai para os favoritos do browser. Realmente está na hora de ser tomada uma atitude contra atos de corrupção. Aliás, a corrupção está escancarada e isso precisa acabar.

  31. Roberto Silva

    Eu espero que desta vez as coisas sejam diferentes. Aliás a nossa mentalidade deve mudar completamente. Eu acho que a CBF deveria ser declarada de utilidade pública, ter um estatuto que não deixasse uma pessoa ficar tanto tempo no poder, para que evitássemos este tipo de situação. Uma pessoa não pode ficar muito tempo no poder, ainda mais uma pessoa que tem uma reputação tão ruim como este cidadão. Podemos afirmar que ele simplesmente “vendeu” a seleção brasileira para a Nike, que faz exatamente o que quer. A seleção perdeu a sua identidade com o povo brasileiro. A despeito das denúnicias deixei de acompanhar a seleção brasileira por achar que ela não mais representa a nação brasileira. Um grande abraço e parabéns pela coragem e dignidade.
    Espero que pessoas como você entre outros possam nos ajudar a recolocar o futebol nos trilhos da decência e da moral para que nós simples torcedores possamos continuar acreditando que vale a pena.

  32. Anônimo

    AO PONTO DE DELES FAZEREM UMA DESPEDIDA DE RONALDO E LOTAREM O ESTADIO.

  33. Fábio Corrêa

    Caro Lucas, muito obrigado por mais uma contribuição, principalmente antes dessa Copa do Mundo cheia de trambiques e malandragens. Ontem a FIFA impôs mais uma vez o lobby dos seus parceiros comerciais às sedes, o que ninguém teve coragem de retrucar. Além das próprias reformas e dos requisitos, que são feitos, nem mais nem menos, pela PRÓPRIA FIFA. Quando será que a esfera pública começará a entender que a FIFA não é uma entidade, nem instituição pública, mas sim uma empresa privada de um dos maiores filões do mundo, e que não pode nem deve requerer nem impor coisa alguma de países com necessidades, leis e instituições próprias? Não sei, mas acho que disso os nossos governantes já entendem há muito tempo… é só a mão coçar.

    PS: Agradeço também pelos seus minicursos de Jornalismo Investigativo na PUC Coreu, dos quais tive prazer de participar!

  34. Valmir Augusto

    Lucas, vejo que você demonstra ser um homem de coragem, então, pergunto: O que você poderia expor a respeito dos poderes constituídos, seja Ministério Público, Policia Federal, Interpool ou seja lá o que for. Esses poderes certamente receberam informações a respeito do seu trabalho, qual foi o posicionamento deles?

    • O combate ao crime de colarinho branco ainda engatinha no Brasil. Por mais que haja homens bem intencionados no MP e na PF, e eles são muitos, o sistema não funciona. As investigações se perdem na burocracia propositalmente estabelecida para proteger poderosos e os bons agentes públicos são “promovidos” antes de terminar suas tarefas. Mas, como disse num comentário abaixo, acredito que um dia a ficha vai cair para a sociedade.

  35. Parabéns pela matéria, creio que a justiça triunfará no final, porém, infelizmente, parece estarmos longe do final (ainda).
    Abraços

  36. Adriano soares

    Ja é sabido que esses tipos de falcatruas de orgãos publicos no brasil é uma vergonha, então oque pensar dos orgãos esportivos multiplique a robalheira , então me amigo isso vira uma montanha que sabe la deus onde isso vai da , niguem faz nada pois tão enteressados em encher os seus bolsos propios e povo a so diverção com futebol, carnaval e outras coisas mais , enquanto isso a educação esta em pessima situação , o mesmo para a saude , transporte . A sociedade deveria abri os olhos e cobrar por trabalho e dignidade por uma vida melhor que todo cidadão merece . um abraço….

  37. Ricardo

    Parabens.
    O que me preocupa é que com o vc, outros jornalistas estão diariamente fazendo e comprovando matérias sobre corrupção em muitos niveis da sociedade.
    Contudo não vejo nenhuma providência.
    Nada.
    A matéria da Record vai fazer muita fumaça. Mas o que de concreto vai acontecer?
    Pela chamada vão expor agora o presidente do corintians.
    Talvez esse que é menos capaz, de poucas luzes, possa ter algum desdobramento.
    Mas sinceramente, vamos ver RT comandando a CBF e o que é pior a copa do Brasil.
    CBF é privada, mas e o nosso dinheiro desviado da copa?
    Vivemos uma situação estranha. Sabemos de tudo, temos certeza de tudo, mas não fazemos nada.

    • Caro Ricardo, eu sou um otimista. Considero um grande avaço que o Brasil esteja podendo debater abertamente esse cancro que é a corrupção, o que não se podia fazer até pouco tempo atrás. Tenho fé de que um dia a ficha vai cair e a sociedade vai reagir.

  38. murilo

    Na boa, cada vez acredito mais em uma equipe especial armada. Para parar esses caras é só mandando eles pra conversar com o barbudinho.

  39. carlos alexandre maybach

    É realmente espinhoso lutar contra poderosos que tem sob si um uma quadrilha de corruptos.
    Não fosse assim o sr ricardo teixeira não seria eleito por tantos anos,pelos presidentes corruptos das federações de futebol do Brasil.
    Ele é tao esperto que no congresso, corrupto nacional, existe até bancada da bola, patrocinada por este sr, que nada faz ao futebol brasileiro, a não ser se enriquecer cada dia mais junto com sua quadrilha.
    E se essa figura conseguir entrar para a presidência da corrupta fifa, o céu será o limite
    Juca Kfouri um jornalista íntegro luta há muitos anos pela queda do sr ricardo teixeira, ainda sem sucesso.
    E através do blog do Juca fiquei conhecendo sua reportagem.
    Voce passa a ter mais um seguidor no seu blog.
    Graças a pessoas como Juca Kfouri e a voce, sonhamos com um país mais digno.
    Estou também esperando a queda de outro intocável: carlos arthur nuzman.

  40. SOTIMAO

    Excelente reportagem. Infelizmente este nefasto senhor que dirige o futebol brasileiro deve ter em conta muitas doações para eleições. O que o torna intocavel até mesmo numa CPI (deveria chamar-se CPI – Comisão Para Intocaveis).
    A CBF é uma vergonha, não tem loja on-line, visita, museu, é só uma cabide para enreiquecer os Teixeiras.
    Nunca se cale, pois temos que lutar contra esta gente

  41. Eliseu Barbosa

    Parabéns pelo artigo, corajoso e muito esclarecedor. Não fico surpreso, apenas indignado e mais triste ainda com nosso país.
    O Brasil é isso, não vejo perspectivas de mudança a curto ou médio prazo, nosso problema está em nosso povo que é totalmente alienado, wikileaks ou artigos importantes como o do Lucas Figueiredo, são simplesmente ignorados pela maioria da população que não entende e não tem interesse em entender.
    Percebam a quantidade de respostas postadas, fosse assunto de futebol,novela ou BBB(lata de lixo), teríamos aqui pelo menos 400 respostas.
    Temos que evoluir, comecemos.

  42. O sistema econômico que subjuga a lisura do Judiciário, permite tais aberrações. A grande mídia, comprada, submissa, nojenta, esconde o que esse levantamento aponta – pq é só o fio da meada. Parabéns pela matéria… vivo denunciando a sujeira no meu quintal (cidades onde circula o Jornal Tempo) e ganho em troca pressão, sabotagem, ameaças…
    Mas durmo tranquilo, porque ainda sou humano.
    Sigamos!

  43. brandao

    parabéns lucas,ésta matéria deveria estar nos maiores jornais do país,na pagina 1

    abraços

  44. Parabéns pela reportegem Lucas.

    Faço parte da produção de um programa da Rádio Ponto da Universidade Federal de Santa Catarina e gostaria de te convidar p/ dar um depoimento por telefone para o próximo programa Jornalismo em Debate. O tema é “A cobertura de denúncias: investigação jornalística ou denuncismo? O caso FIFA/CBF”. Se vc puder, me manda um e-mail para eu explicar melhor.

  45. Ismael F Fatarelli

    Meu registro de admiração por suas matérias
    att Ismael

  46. Meus parabéns pela reportagem e pela determinação em publicá-la! É dessa coragem e desse comprometimento que o jornalismo investigativo se recente, há anos, no Brasil.
    Um abraço!

  47. Lucas, Parabéns. Conheci o seu trabalho através do Juca Kfouri (Blog do Juca) e certeza: voltarei diariamente e/ou sempre que possível para admirar o seu trabalho. O Brasil precisar urgentemente ir “mais além”. A troca de favores na Câmara, Senado e no Executivo realmente engessa a vontade dos brasileiros de justiça, infelizmente. Algo precisa ser feito, aliás MUITO precisa ser feito e mostrado. Essa bandidagem assola o nosso país há muito tempo. Mais uma vez, parabéns pelo texto. Abraço.

  48. André

    Parabéns pela matéria. Deveria ser mais repercutida.

  49. Bom dia Lucas, O problema todo é qual o tamanho dessa corrente e os envolvidos, direta ou indiretamente. O que falar da lavagem de dinheiro para os partidos políticos ? Esse esquema é muito bem montado e quem deveria fiscalizar e punir é, na realidade, submisso a quem seria fiscalizado, ou seja, caberia ao povo se voltar contra, mas como ? se o presidente “mais popular da história”, em uma atitude covarde no seu ultimo dia de mandato, toma uma decisão contraria ao STF, cujos ministros são nomeados por esse, e a favor de um assassino condenado em seu país de origem ?
    Mas, pelo menos, cabe a vocês, jornalistas, o alerta para que o dinheiro público envolvido para essa copa não seja destinado para esse tipo de organização.
    Abraços e parabés pela reportagem

  50. Sidney

    Aonde estão os homens de bem que a maioria alega existir no Brasil. MP, Juizes, Promotores, Deputados e assim por diante, ninguem faz nada o cara está mais sujo que paú de galinheiro e continua a dar ordens, os estádios sem sair do papel já são reajustados os valores a serem gastos, ou somos uma cambada de otários ou todos corruptos. eu não pelo menos não estou ganhando nada mas também não posso fazer nada, ou posso.

  51. abelardo

    brincadeirinha de escola do primeiro grau, este moços estão sendo perseguidos, eles são inocentes, nem sabe ler, como vão saber se eles estão fazendo ?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s