Aécio toca os primeiros acordes da oposição – e desafina

Aécio: "escárnio"

Quatro dias atrás, este blog registrou que Dilma Rousseff atravessara os três primeiros meses de seu mandato sem oposição. Pois no sábado, 2, o grande nome da oposição para a eleição presidencial de 2014, senador Aécio Neves (PSDB-MG), ensaiou seus primeiros acordes – e desafinou.

Aécio criticou a intenção de Dilma de criar a Secretaria Especial da Micro e Pequena Empresa, com status de ministério. A presidente planeja nomear para a pasta o senador Antônio Carlos Valadares (PSB-SE), abrindo assim uma vaga no Senado para o presidente nacional do PT e um dos principais caciques da campanha de Dilma, José Eduardo Dutra. “O PT acha que o coreto é colocar o país a serviço de um partido político. Essa notícia, reiterada hoje, de que a presidente da República criará mais um ministério para acomodar um dirigente partidário que não foi eleito, que não teve votos, para estar no Senado da República, é um escárnio para com a população brasileira”, afirmou o tucano.

Aécio Neves está correto na sua crítica. O problema é que, poucos dias antes, ele fez a mesma coisa.

Em janeiro, a fim de atender os interesses de aliados de Aécio em Minas, o governador do Estado, Antonio Anastasia (PSDB), afilhado político de Aécio, criou cinco secretarias (Trabalho e Emprego, Casa Civil e Relações Institucionais, Regularização Fundiária, Copa do Mundo e Gestão Metropolitana). A provável candidatura de Aécio em 2014 também foi decisiva na formatação do secretariado de Anastasia. Contrariando seu perfil técnico e cedendo aos apelos de seu padrinho Aécio, o governador preencheu a maioria dos cargos com deputados, abrindo assim vagas para os suplentes (duas nomeações com uma só canetada). Na recém criada secretaria do Trabalho e Emprego, por exemplo, o nomeado foi o deputado Carlos Pimenta, indicado pelo PDT, legenda simpática a Aécio. Carlos Pimenta é médico.

Aécio anunciou que na quarta-feira finalmente fará seu tão anunciado primeiro discurso no Senado. Tem portanto mais dois dias para afinar seu instrumento.

Anúncios

4 Comentários

Arquivado em Política

4 Respostas para “Aécio toca os primeiros acordes da oposição – e desafina

  1. Pingback: Oposição chega ao fundo do poço (e continua cavando, cavando…) | Blog do Lucas Figueiredo

  2. Pingback: Aécio toca os primeiros acordes da oposição – e desafina « Blog do EASON

  3. Lu Pereira

    Pois é. Pior ainda é que as leis delegadas do afilhado político de Aécio, prof. Anastasia, criaram cerca de 1.500 cargos de confiança no governo de Minas. Para atender a quem? Ao PT de Dilma que não é…

  4. Pior é o nome de Aécio na lista de prováveis beneficiários do Mensalão, conforme investigações da PF publicadas pela revista Época. É lama pra todo lado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s