O que José Jr. tem a ensinar ao Exército

Militares no Complexo do Alemão: UPP em risco

Fala José Júnior, coordenador do AfroReggae, sobre os choques entre militares do Exército e moradores do Complexo do Alemão, no Rio:

* Os moradores estão muito felizes com a pacificação, tanto que pedem a implentação de uma UPP (Unidade de Polícia Pacificadora). Que benefício eles teriam com a volta do tráfico? Tem de parar com essa mania de dizer que toda e qualquer manifestação popular dentro da favela é ligada ao tráfico”;

* Estão abordando de maneira truculenta, mexendo com mulher de morador (…). Não pode sair o Comando Vermelho e entrar o Comando Verde”;

* Não é justo que esses garotos despreparados  <recrutas do Exército> ponham tudo a perder”.

Muito antes das UPP, o AfroReggae já era sinônimo de pacificação – sem tiro, sem força, só na base da inclusão. É bom o Exército convidar José Júnior para uma conversa.

 

About these ads

2 Comentários

Arquivado em Direitos humanos, Militares

2 Respostas para “O que José Jr. tem a ensinar ao Exército

  1. Marcelo

    Seria bom mesmo. Mas lamentavelmente um segmento do Exército brasileiro (o segmento mais ignorante) enxerga o José Jr. como “aliado” do tráfico.

  2. Cícero V. A.

    Realmente. O que esse José Jr. teria a ensinar ao Exército brasileiro?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s